Buscar

Estação Chapadão

131 anos de história de uma das mais belas estações de trem do interior paulista.

Linha do Rio Grande - km 461,835 SP-0854

Altitude: 1.004 m

Inauguração: 05.03.1888

Uso atual: fechada (2017)

HISTÓRICO DA LINHA: A Linha do Rio Grande foi inaugurada em seu primeiro trecho em 1886, e em dois anos (1888), já chegava a Rifaina, onde cruzava o rio Grande e mudava o nome para Linha do Catalão, que por sua vez chegou a Uberaba já no ano seguinte. Em 1970, as duas linhas foram seccionadas, com a construção da barragem de Jaguara. O trecho a partir de Pedregulho foi extinto, e logo depois, o trecho a partir de Franca também o foi. Em 1977, os trens de passageiros deixaram de circular, e em 1980, passou o último trem de carga. Em 1988, seus trilhos foram arrancados. Em 1990, foram recolocados os trilhos no trecho entre Pedregulho e Rifaina, constituindo-se a E. F. Vale do Bom Jesus, com fins turísticos. A


ESTAÇÃO: Aberta em 1888, a estação tinha então o nome de Monte Alto. Com o principal propósito de escoamento da produção cafeeira da região.

Poucos anos mais tarde, passou a se chamar Chapadão,tendo sido extinta em 01/07/1970, com a supressão do trecho Pedregulho-Jaguara (*RM-1970). Os trilhos, mais tarde, foram retirados.

Mas, em março de 1991, a estação foi recuperada, e com a colocação de trilhos novos, passou a ser uma das quatro estações da linha turística da "Estrada de Ferro Vale do Bom Jesus", empresa tocada pela ABPF que faria circular, no antigo leito, trens a vapor até Rifaina. A ferrovia funcionou por menos de cinco anos, até 1995, e parou quando parte de um aterro foi levado pelas chuvas e deixou a linha sem sustentação e também por falta de incentivos do governo estadual, que com a então gestão Covas (1995-1998), encerrou o contrato com a ABPF (Associação Brasileira de Preservação Ferroviária).


Hoje a estação está sob responsabilidade da Prefeitura Municipal de Pedregulho, após termo de cessão assinado juntamente com a SPU (Superintendência de Patrimônio da União) em 2014. Alguns projetos de revitalização e uso cultural da estação já foram apresentados e estão em fase de análise pelo poder público.

Muitas pessoas confundem a estação com a Fazenda Chapadão, esta por sua vez de propriedade da família Quercia. É importante saber distinguir que são duas propriedades diferentes e de proprietários diferentes, uma sendo pública e outra privada, já que a fazenda não é aberta a visitação.

No contexto de PPP (Parceria Público-Privada) já existem empresas interessadas em explorar o potencial turístico do complexo da estação que além de contar com a plataforma de embarque ainda tem, casa de funcionário, oficina, capela, anfiteatro e estacionamento.


Gostou da história? Sabe algo interessante sobre a estação? Tem fotos antigas?

Deixe seu comentário!!

286 visualizações
  • Whatsapp
  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

(16) 99992-1460

R. Juraci Barbosa Lima, 176 - Pedregulho - SP, 14470-000, Brazil

CNPJ 20.178.085/0001-00